6 dicas para gravar boas videoaulas e ter sucesso no EAD
Quarta, 13 de Janeiro de 2021
3 minutos de leitura

6 dicas para gravar boas videoaulas e ter sucesso no EAD

Compartilhe:

O ensino a distância cresce em alcance no Brasil a cada dia e muito disso é devido ao amplo acesso à internet e as tecnologias relacionadas ao EAD. Um dos avanços responsável por levar o EAD a outro patamar foi o da popularização das videoaulas.

Se você pensa em utilizar vídeos para o seu curso EAD, é muito importante seguir algumas boas práticas para gravar videoaulas atrativas e efetivas que irão melhorar a qualidade e o engajamento do seu curso a distância. Confira.

6 dicas para gravar boas videoaulas

Escolha bons equipamentos

O primeiro passo para ter uma boa videoaula é escolher os equipamentos adequados. A boa notícia é que hoje não é mais preciso ter um alto investimento para isso, já que vários equipamentos eletrônicos com preço acessível hoje já gravam em alta qualidade.

Para que o seu curso seja atrativo, é importante que as videoaulas sejam bem gravadas e tudo isso começa pelos equipamentos. É possível fazer isso investindo em uma boa câmera, um microfone adequado e uma boa iluminação. A partir daí é possível gravar videoaulas com uma boa imagem e um áudio de altíssima qualidade.

 

Elabore um cenário atrativo

Além dos equipamentos, o cenário do vídeo também é muito importante para a qualidade das videoaulas. Cenários atrativos ajudam a manter os alunos mais atentos no que está sendo passado. Mas cuidado, também não é o momento de exagerar! 

Tente colocar algumas cores e alguns objetos que remetam ao seu curso, de modo a deixar aquele cenário bonito e atrativo, sem colocar objetivo demais para evitar que os alunos se distraiam. O cenário é importante, mas o conteúdo das aulas ainda deve ser o protagonista.

 

Planeje bem o conteúdo

A atenção no EAD é algo difícil de manter, certo? Por isso, as aulas têm que ser meticulosamente planejadas e o planejamento deve ser seguido. Aulas por meio de vídeo precisam ser um pouco mais diretas e simples do que no ensino presencial, afinal, você está competindo a atenção com muitas outras coisas ao mesmo tempo.

A melhor maneira de fazer isso é elaborando um plano de aula. Com esse documento em mãos fica muito mais fácil seguir o plano de conteúdo e manter-se no caminho, evitando divagações e distrações.

 

Grave conteúdos menores

Aulas presenciais às vezes têm duração de 50 ou 100 minutos, porém, no EAD a realidade é um pouco diferente. Como as pessoas estão assistindo aos conteúdos por meio de um computador ou um dispositivo mobile, a falta de interação face-a-face faz com que seja um pouco mais difícil se conectar com o professor e a mensagem da aula.

Para evitar que os conteúdos fiquem maçantes, uma boa dica é gravar conteúdos menores e cortar um conteúdo grande em várias videoaulas menores.

Preste atenção na velocidade da fala

Por último, uma dica muito importante para quem está começando no EAD agora. Quando estamos conversando pessoalmente é comum que a gente fale mais rápido, afinal, a compreensão pode ser mais fácil. Quando você estiver gravando uma videoaula é essencial que você fale mais lentamente do que falaria normalmente, para facilitar a o entendimento dos alunos.

 

Não se esqueça do conteúdo

Por mais que todas essas dicas sejam importantes, não se esqueçam da parte mais importante das suas aulas: o conteúdo! De nada adianta ter bons equipamentos e um bom cenário se você não caprichar no conteúdo, então, capriche nas aulas e prepare-se para um EAD de sucesso!

Sempre online: como as redes sociais podem ser aliadas do ensino

Sempre online: como as redes sociais podem ser aliadas do ensino

Vivemos em uma era extremamente digital e conectada. Mas isso não é nenhuma novidade, né? Os tempos mudaram, o modo como as pessoas lidam com tecnologia evoluiu e os métodos de convivência, ensino, consumo - e muitos outros - também se adaptou. Provavelmente, o que pode ser uma novidade para você é que as redes sociais podem ter um papel de aliada a setores mais tradicionais - como é o caso da educação -, ao invés de serem consideradas adversárias do ensino.

Soft skills: o que são e por que adquiri-las?

Soft skills: o que são e por que adquiri-las?

O que faz com que uma pessoa seja considerada uma boa profissional? Quais tipos de habilidade ela precisa apresentar? E os comportamentos, são importantes? Há algumas décadas, era muito comum associar a boa qualidade de profissionais apenas a habilidades técnicas ou à educação formal, como uma graduação ou curso profissionalizante.

Big Data na educação: o que é e quais vantagens oferece ao ensino

Big Data na educação: o que é e quais vantagens oferece ao ensino

Você pode ainda não saber, mas o Big Data já faz parte da nossa vida e está presente em inúmeras situações do nosso cotidiano. Sabe aquele e-mail que você recebe com promoções após comprar em algum site, ou anúncio nas redes sociais oferecendo exatamente aquele produto que você estava pensando em comprar? Então, eles chegam até você por uma estratégia de Big Data.

Por que escolher estudar à distância?

Por que escolher estudar à distância?

Você ainda tem dúvidas sobre o ensino à distância e gostaria de entender melhor por que escolher essa modalidade? Está pensando em começar o EAD, mas não tem certeza sobre a qualidade do ensino? Neste artigo, te explicaremos o que é ensino à distância e motivos para escolher estudar em casa, ou de onde você estiver.

Transformação digital na educação: saiba como a Tutor pode ajudar a inovar o dia a dia da sua escola

Transformação digital na educação: saiba como a Tutor pode ajudar a inovar o dia a dia da sua escola

O processo de transformação digital não é recente. Há algumas décadas, com a ascensão da internet e acesso a novas tecnologias, pessoas e empresas no mundo todo tem mudado sua forma de trabalhar, comprar, estudar, tornando tudo mais tecnológico e inovador.