Ensino híbrido: conheça as características dessa modalidade de ensino

Segunda, 29 de Junho de 2020  .  Leitura: 2 minutos

A área da educação está passando por um grande processo de transformação, sobretudo por meio da transformação digital. Com a tecnologia sendo altamente utilizada nas escolas, cursos livres e demais instituições educacionais, novas modalidades de ensino estão ganhando espaço como alternativa ao ensino tradicional. Uma dessas modalidades é o ensino híbrido, que une características do ensino presencial com o ensino online.

Veja neste artigo o que é o ensino híbrido e quais são as principais características dele, além de entender alguns benefícios para instituições e alunos.

 

O que é o ensino híbrido?

Se olharmos o significado da palavra, algo que é híbrido é proveniente da combinação de duas coisas distintas. Então, no caso da educação, o ensino híbrido combina características do ensino presencial e do ensino a distância para criar uma modalidade de ensino inovadora.

Em geral, ele é interessante pois, ao combinar as duas modalidades de ensino, une as melhores características de cada uma para potencializar ainda mais o aprendizado dos alunos,

Por mais que o termo seja pouco conhecido, o ensino híbrido já é realidade em muitas instituições - sobretudo de ensino superior - pelo Brasil e pelo mundo. Nesse caso, algumas disciplinas, por exemplo, são ministradas online em plataformas LMS e outra parte acontece na sala de aula.

Então, para adotar ao ensino híbrido basta apenas incorporar tecnologia nas aulas regulares? Não! O ensino híbrido tem características e modelos de ensino específicos e é preciso conhecer um pouco sobre elas antes de adotar em sua instituição.

 

Características e vantagens do ensino híbrido

Existem algumas modalidades diferentes dentro do ensino híbrido, como a sala de aula invertida e a rotação por estações. No primeiro deles, os estudantes assistem às lições em casa e o ambiente da sala de aula é usado para sanar dúvidas e fazer exercícios. No segundo, a sala é dividida em estações de trabalho (incluindo online) e os alunos circulam entre elas em grupos, absorvendo o conteúdo em partes.

Essas são só algumas das formas que o ensino híbrido se apresenta e as vantagens são muitas. Por exemplo:

  • Autonomia e protagonismo de estudantes: uma das principais premissas do ensino híbrido é o entendimento que cada um aprende no seu tempo e de uma maneira específica, por isso, o aluno é o protagonista em seu aprendizado. Esse protagonismo é impulsionado pela autonomia de assistir aos conteúdos quando e da maneira que preferir.
  • Uso de tecnologia: a tecnologia hoje já é essencial para instituições de ensino. A variedade de ferramentas tecnológicas abre um vasto mundo de possibilidades para educadores e alunos, tornando o ensino muito mais efetivo e atrativo.
  • Maior engajamento: e claro, se o ensino dá ao aluno autonomia e é mais atrativo, o engajamento dele com o curso aumenta muito. Com alunos aprendendo mais e cada vez mais interessados no curso, há uma queda considerável na evasão, sendo uma vantagem incrível para professores e gestores de instituições de ensino.

Utilizando tecnologias específicas para o ensino a distância, como plataformas LMS, instituições de ensino podem investir no ensino híbrido para expandir seus negócios e, principalmente, potencializar o aprendizado dos alunos.

 

 

Palavras-chave: Ensino Híbrido