Treinamento Corporativo: o que é preciso para tirar esse plano do papel?
Quinta, 5 de Setembro de 2019
7 min de leitura

Treinamento Corporativo: o que é preciso para tirar esse plano do papel?

Você sabe a importância de apostar em treinamento corporativo na sua empresa? Se você busca por um time de alta performance, é preciso investir na capacitação de quem trabalhar com e para você - afinal, quanto mais sua equipe se especializa, melhor os resultados de seu trabalho, e, respectivamente, do  produto final do seu negócio. 

Mas como planejar e executar um treinamento corporativo? Este artigo vai te mostrar os passos básicos para tirar essa ideia do papel e começar a desenvolver os colaboradores da sua empresa. Vamos lá? 

Compartilhe:

Você sabe a importância de apostar em treinamento corporativo na sua empresa? Se você busca por um time de alta performance, é preciso investir na capacitação de quem trabalhar com e para você - afinal, quanto mais sua equipe se especializa, melhor os resultados de seu trabalho, e, respectivamente, do  produto final do seu negócio. 

Mas como planejar e executar um treinamento corporativo? Este artigo vai te mostrar os passos básicos para tirar essa ideia do papel e começar a desenvolver os colaboradores da sua empresa. Vamos lá? 

 

Do que realmente se trata um treinamento corporativo? 

Antes de passar a como criar um treinamento corporativo, é preciso entender de onde essa ideia vem e o que ela deseja alcançar - assim, tornaremos mais fácil a tarefa de decidir as capacitações certas para o seu contexto! 

O treinamento corporativo é uma prática que tem sido levada cada vez mais para dentro das empresas. Desenvolvendo os funcionários tanto em habilidades práticas quanto pessoais, essa é uma ação que visa maximizar a motivação das pessoas com as suas tarefas e, portanto, abrange desde cargos mais baixos até as cadeiras de diretoria da empresa. 

Dentre alguns benefícios a respeito de treinamentos corporativos bem aplicados podemos citar a melhora do clima organizacional, um aumento na produtividade e na inovação apresentada nos projetos, a melhora na confiança dos colaboradores em seu próprio trabalho e a diminuição de rotatividade na empresa. 

 

Como criar um treinamento corporativo efetivo?

Vamos entender agora o processo de criar e implantar um treinamento corporativo em alguns passos básicos: 

 

1. Compreenda as necessidades da empresa

O primeiro passo para se ter um treinamento corporativo efetivo é entender quais são as necessidades atuais da sua empresa - é a partir delas que você vai conseguir perceber o que precisa ser melhorado e, portanto, qual a melhor capacitação para a situação. 

Descobrir os pontos que precisam de atenção, em sua grande maioria, já vão te mostrar para quais funcionários o treinamento deve ser voltado. Por exemplo, se você percebe que gostaria de vídeos com mais técnica para o site e as redes sociais da sua empresa, talvez seja interessante criar um treinamento específico para as pessoas responsáveis por isso. Por outro lado, se você percebe que a divisão de demandas é algo que está afetando os resultados dos colaboradores, você pode apostar em uma capacitação de liderança, para que os gerentes aprendam novas táticas de gerenciar a carga de trabalho dentro de um projeto. 

 

2. Pontue objetivos específicos 

Não adianta criar treinamentos corporativos sem saber aonde você quer chegar: se você apenas aplicar algumas atividades sem um fim específico você não vai conseguir saber se foi realmente aquela capacitação específica que ajudou na resolução de um problema. Em outras palavras: o tiro pode sair pela culatra e tudo pode ter sido apenas um desperdício de tempo (e, em alguns casos,  dinheiro)! 

Por isso, estabeleça objetivos que podem ser mensurados mais a frente. Para os dois problemas que propomos no item anterior, por exemplo, os objetivos, respectivamente, podem ser: 1) em 3 meses estarem sendo veiculados nos canais de comunicação da empresa, vídeos com uma qualidade melhor de áudio e animação digital; e 2) em 6 meses o índice de rotatividade de funcionários diminuiu 45% e a qualidade de entrega aumentou 30%. 

 

3. Planeje todo o processo

Definidos o quem, como e porquê, é hora de planejar todo o processo que envolve a capacitação, como as atividades que serão implementadas, as datas, horários e as ferramentas usadas para o seu treinamento corporativo.  

Você pode optar por um treinamento feito online, por exemplo, e, contando com os parceiros certos, você pode ter um local onde não somente você pode gerenciar todo o processo, mas também criar trilhas de aprendizado e um portal de estudo personalizado para cada treinamento. 

E se você quer saber como otimizar seus treinamentos como uma ferramenta como essa, aqui você conhece mais sobre o Tutor pode ser seu aliado nessa tarefa! 

 

4. Realize o treinamento corporativo e mensure os resultados 

Depois de ter um problema apontado, os objetivos traçados e o plano de ação com o seu treinamento corporativo desenhado, é hora de colocar tudo em prática! 

Realize as capacitações definidas e, mais importante, mensure os resultados obtidos. Analisar os prós e contras do que foi proposto e aplicado não apenas vai te dizer sobre o atingimento ou não das metas planejadas, mas também vai te ajudar a otimizar os próximos processos de desenvolvimento da sua equipe. Afinal, prezar pelo melhor aprendizado dos seus colaboradores é a melhor forma de conseguir que a sua empresa cresça! 

Se você quer saber mais sobre como colocar treinamentos corporativos em prática, o Tutor pode te ajudar! É só clicar aqui para saber mais sobre as nossas soluções e conversar com um de nossos especialistas.

Liderança criativa: o que é e por que apostar nesse modelo de gestão

Liderança criativa: o que é e por que apostar nesse modelo de gestão

Os líderes influenciam diretamente seus colaboradores, por isso, investir em uma liderança criativa e altamente capacitada para gerir equipes e incentivar a inovação dentro das organizações é primordial para o sucesso destas. 

Saiba o que é a liderança criativa e por que é importante investir nela. 

Quais são as habilidades profissionais mais esperadas de um profissional hoje?

Quais são as habilidades profissionais mais esperadas de um profissional hoje?

O mercado de trabalho está sempre se renovando e exigindo cada vez mais competências e habilidades profissionais aprimoradas. 

Nesse sentido, compreender o que o mercado espera de um profissional, e, mais especificamente, o que as empresas esperam de seus colaboradores é fundamental para se destacar e obter vantagem competitiva.

Continue a ler este artigo e descubra quais são as habilidades profissionais mais valorizadas pelo mercado hoje!

Desenvolvimento pessoal e profissional: dicas de como potencializar seu crescimento dentro e fora do mercado de trabalho

Desenvolvimento pessoal e profissional: dicas de como potencializar seu crescimento dentro e fora do mercado de trabalho

Para se desenvolver profissionalmente, é preciso, também, considerar o desenvolvimento pessoal. Os dois setores se interligam diretamente e construir estratégias para equilibrá-los é fundamental para ser bem-sucedido em ambos.

Confira o que é o desenvolvimento pessoal e profissional e confira algumas dicas para potencializá-los.

PDI: o que é e como ele pode ajudar a alavancar sua carreira

PDI: o que é e como ele pode ajudar a alavancar sua carreira

Se você está pensando em fazer uma transição de carreira ou mesmo buscando uma progressão dentro do seu emprego atual, o PDI pode ser uma ferramenta essencial para você. 

É importante construir metas e seguir um caminho definido para chegar até onde se deseja de forma eficiente e rápida. Nesse sentido, o PDI, por meio de um planejamento simples, pode te guiar para alcançar seus objetivos.

Continue lendo o artigo e saiba o que é o PDI, por que ele é importante e algumas dicas de como montar um que faça sentido para você. Acompanhe!

Sempre online: como as redes sociais podem ser aliadas do ensino

Sempre online: como as redes sociais podem ser aliadas do ensino

Vivemos em uma era extremamente digital e conectada. Mas isso não é nenhuma novidade, né? Os tempos mudaram, o modo como as pessoas lidam com tecnologia evoluiu e os métodos de convivência, ensino, consumo - e muitos outros - também se adaptou. Provavelmente, o que pode ser uma novidade para você é que as redes sociais podem ter um papel de aliada a setores mais tradicionais - como é o caso da educação -, ao invés de serem consideradas adversárias do ensino.